Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2012.01.04

Quarta-feira, 04.01.12

“Sempre que Deus fecha uma porta, abre uma janela”

 

Esta mania divina de manter uma constante corrente de ar nas minhas costas começa-me a fazer comichão. Não daquele que sabe bem quando é coçado,
daquele mais a puxar para o formigueiro.

 

- Não me abras a janela que eu não quero ver. Não me esgueires a porta, não me maces!  Retornemos todos ao eterno retorno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filipe Eusébio às 22:15





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031