Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



22.11.2012

Quinta-feira, 22.11.12

Onde está o G de Ego no Cérebro?

O mais correcto seria chamar ao ego… eco. Seria bem mais correcto, sem dúvida!

Seriam impossíveis os egos que vejo se cada um deles não tivesse um local, uma área onde reverberar e, consequentemente, ecoar. Egos que vivem fechados sobre si mesmo, a ouvirem-se, a confirmarem-se… até mesmo a enganarem-se. Acreditem, há pessoas que vivem apenas dentro da sua cabeça.

 


Muitas vezes, dentro da cabeça, tento fazer companhia a mim mesmo. Pergunto-me: então, o que é que nós vamos fazer? Depois percebo que “nós” não existe. Que, de certa forma eu também não existo. E tu?Também vives dentro de ti mesmo ou simplesmente és?

O “ser” é não ter cabeça onde nos abrigarmos, é não estarmos connosco…É como ser-se um “sem-abrigo cerebral”, calcorreando constantemente todas

as ruas, sempre em andamento, em andamento… Vivendo cada dia… Cada dia como… cada dia como se fosse…. Quero dizer, quando uma pessoa simplesmente é, deixa de estar… de estar em si. Não fica fora de si, Apenas desaparece. Evapora-se. É isso… abandona-se. Vive.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Filipe Eusébio às 16:17


1 comentário

De kari a 22.11.2012 às 17:07

Gosto muito deste texto. :)

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930